sexta-feira, 30 de abril de 2010

Sexta-Feira

Ah, sexta-feira!
Deixa cair nos teus braços
meu cansaço, meu tremor de mãos,
meu desembaraço.
Sexta-feira da semana inteira,
livrai-me do temor de não te encontrar mais que um dia, derradeira.
Que hoje tu sejas apenas a primeira!
Virás ainda a ser segunda, a ser vigésima,
a ser tricentésima trigésima terceira.
Ah, a sexta-feira!
Esperei-te com ansiedade a semana inteira.
E mal chegas e já vais embora!
Tal qual dama faceira,
Quer eu queira, quer eu não queira,
vais sempre embora e me deixas louco,
sem eira nem beira.
Ah, sexta-feira,
provinciana, palaciana, dama-da-noite, crente, rotineira -
Não será desta vez que te chamarei derradeira.
Sexta-feira
Sexta-terça
Quarta-quinta
Seja feita tua vontade, aqui na terra
ou numa feira.
Sexta, sexta-feira.

2 comentários:

  1. Aiai! A vida tem sido tão bosta, né? E nem importa o dia da semana...

    ResponderExcluir

Eu aprecio os comentários aos meus posts. A identificação não é obrigatória, mas sempre agradeço àqueles que dizem ao menos seu nome. Não deixe de comentar o que achar interessante! Obrigado.

I really like comments to my posts. Identification is not required, but I will apreciate if you let me know who you are. Make your comments to all that you enjoy in this blog! Thank you.