segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

O Bloco dos Infantis















O Carnaval chegou e está indo embora, e depois de amanhã, o Brasil recomeça (ou começa) a sua vida e sua rotina.
O melhor deste Carnaval foi sem dúvidas estar junto de minha turma, Giu, Márcio e Luan Gabriel, e participar da folia em duas cidades históricas de Minas Gerais, primeiro em Sabará, depois em Ouro Preto.Criamos até um mini-bloco, o Bloco dos Infantis, cujo nome foi de certa forma uma homenagem ao Arnaldo Dias Baptista e o que dele disse o Sean Lennon, no filme "Loki" (em cartaz na Mostra Passou Batido, no Palácio das Artes, em BH): "Arnaldo é uma criança". Enquanto para algumas pessoas o adjetivo "infantil" pode ter uma conotação negativa, nós percebemos (antes do filme, até) que, de certo modo, ser "infantil" significa muitas coisas boas: acreditar antes de duvidar, sorrir, levar uma vida alegre e brincante, não só por causa do carnaval, mas em geral, e sempre.Cada um no seu quadrado, mas acho que ser "infantil", ou ser chamado de "poeta", "sonhador", para mim, realmente, não ofende, muito pelo contrário: é uma constatação.

Felicidade é jamais deixar a criança de dentro da gente morrer.


Eu não troco a alegria sincera de um Carnaval saudável por nada, seja o que for.

E pra quem duvidar, as fotos abaixo falam por si mesmas.

Abraços infantis, um pirulito e uma bitoca no nariz!

(Antes que eu me esqueça, o grande presente de Momo, para além da festa, foi o fato de que o Arruda, ex-governador e corrupto mor do Distrito Federal, está neste exato momento curtindo um catre numa prisão em Brasília. Isso animou bastante a folia, podem acreditar).





















5 comentários:

  1. É cheio de mineiro garimpando no carnaval de minas.

    ResponderExcluir
  2. eu mesma e irene13 de maio de 2010 21:20

    Olha amor, Nanuque não é mais feia que vc não ok. E vc escolheu umas partes bem precárias realmente, no entanto você manipulou informações, mostrando apenas o que era do seu interesse, e não a realidade local.
    Acho que você não precisa procurar muito para saber que em sua cidade também há favela, gente pobre etc etc... Ou vc vive em outro mundo???

    ResponderExcluir
  3. querida irene.
    nem sei se vc é feia, mas acho que deve ser, ou se achar, pois não teve nem a coragem de mostrar a cara - eu, se sou feio ou não, mostro meu rostinho, aqui, nesse blog, sem vergonha nenhuma - aliás, de uma coisa, estou certo: posso até não ser assim nenhuma beleza, mas sou um sem-vergonha.
    acho, sinceramente, que vc NÃO ENTENDEU meu blog, nem as postagens em nanuque. jamais pensei em sua cidade em termos de "bonita", ou "feia". acho isso tão atrasado! estou falando de OUTRAS COISAS, baby, que vc não se mostrou capaz de compreeder. uma pena. burrice não é necessariamente bonita ou feia. se eu optasse por te tachar, seria tão ridículo quanto vc. o senhor ADRIANO foi uma das pessoas mais BELAS que eu já conheci nessa vida. e com certeza, independente dos seus conceitos "ANTI-ESTÉTICOS", colonizados, pequeno-burgueses (aliás, minha opinião, A COISA MAIS FEIA DE NANUQUE É SUA PEQUENO-BURGUESIA COLONIZADA, PLANTADORA DE CANA-DE-AÇÚCAR, pretendo voltar para a bela NANUQUE), os belos meninos do rio mucuri, a bela montanha "bueno", o belo "fritz", os belos pores-do-sol, o maravilhoso "calor", et coetera, et coetera.
    um beijo, bem bonito. obrigado por acompanhar este "feio" ou "belo" blog (tanto faz

    ResponderExcluir

Eu aprecio os comentários aos meus posts. A identificação não é obrigatória, mas sempre agradeço àqueles que dizem ao menos seu nome. Não deixe de comentar o que achar interessante! Obrigado.

I really like comments to my posts. Identification is not required, but I will apreciate if you let me know who you are. Make your comments to all that you enjoy in this blog! Thank you.